"Posso não ser a pessoa mais inteligente do mundo, mas vou fazer tudo para alcançar as minhas metas." Carlota Melo
Estudante
15 Anos

Mensagem de Final de Ano Letivo do Diretor Regional da Educação às Comunidades Educativas dos Açores


Todas as comunidades educativas das escolas dos Açores (e de todo o País) foram confrontadas, desde meados de março deste ano, com uma nova forma de pensar e gerir o processo de ensino-aprendizagem.

Foi, de facto, um desafio para todos engrenar no ensino à distância, uma solução de emergência, e depois fazer avançar novas dinâmicas conducentes ao sucesso educativo.

Perante dúvidas, incertezas, avanços e alguns recuos, próprios de um desbravar de caminhos que, ainda que refletidos, foram fruto da novidade e da premência, é chegado o momento de vos trazer palavras de reconhecimento, nestes momentos de final de ano letivo, por tudo o que foi feito pela educação nas escolas da Região.

A Direção Regional da Educação reconhece, pois, o esforço dos órgãos executivos por, em conjunto com outros órgãos das suas escolas, terem conseguido criar, em pouco tempo, uma resposta educativa específica para a sua realidade.

Por outro lado, reconheço toda a dedicação dos professores no acompanhamento dos alunos, através de atualização profissional, das horas despendidas, da (re)criação de tarefas, do repensar os momentos de avaliação e de classificação, da sua persistência, ainda que eventualmente cansados, por terem de gerir também vidas familiares. O mesmo reconhecimento dirijo aos diferentes técnicos que tiveram de continuar o seu trabalho de acompanhamento dos alunos em situações desafiadoras face às suas necessidades.

Deixo uma palavra especial de apreço aos diretores de turma/titulares de turma, por terem sido o elo de ligação entre a escola e as famílias, entre os alunos e os seus professores.

Aos alunos, é muito importante destacar a forma meritória como responderam ao desafio de aprenderem em circunstâncias diferentes, o empenho com que continuaram a querer aprender, de forma a desenvolverem e a aprofundarem o seu saber e o seu ser.

Por fim, valorizo o apoio dado pelos pais/encarregados de educação aos seus educandos e a colaboração prestada às escolas e aos professores, um apoio que foi imprescindível para a manutenção do sucesso educativo dos nossos alunos.

É com grandes imprevistos que todos nós crescemos. A situação de pandemia com que nos deparámos ajudou-nos a repensar a educação e o modo como podemos ensinar e aprender mais e melhor. Guardemos, pois, com esta lição e que ela nos sirva, sempre, como motivação para a superação das dificuldades, pois uma coisa é certa: todos relembrámos que tudo é possível, quando há intencionalidade e boa-vontade.

 

O Diretor Regional da Educação


(30.06.2020)