"Um bom professor é também um bom amigo." André Neto
Estudante
13 Anos

Encontros REDA # 2 - Professor Alexandre Quintanilha


Alexandre Quintanilha fala em Angra do Heroísmo sobre os "Desafios Emergentes ao Conhecimento"



No próximo dia 3 de maio, estará na ilha Terceira, a convite da Direção Regional da Educação, o Professor Doutor Alexandre Quintanilha, reconhecido professor e investigador, promove uma palestra dedicada aos “Desafios emergentes ao Conhecimento", em duas sessões distintas. A primeira, dirigida a alunos e docentes, decorrerá na EBS Tomás de Borba, às 14h15, e uma outra, aberta ao público em geral, às 19h00, no Salão Nobre da Secretaria Regional da Educação e Cultura


Esta iniciativa desenvolve-se no âmbito dos "Encontros REDA", que pretendem fomentar o desenvolvimento das literacias científica e digital, não só da comunidade educativa, mas também da sociedade em geral, através de workshops, de painéis e de palestras onde se partilham experiências e conhecimento em ambiente informal. O primeiro Encontro, com Afonso Cruz, dedicado à escrita criativa, realizou-se a 11 de março, na Biblioteca e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro. 


A REDA é uma plataforma de recursos educativos digitais abertos, desenvolvida no âmbito do Plano Integrado ProSucesso – Açores pela Educação (ProSucesso). Esta plataforma de apoio a docentes e alunos disponibiliza recursos educativos de várias disciplinas, com predominância para Português, Matemática e Física e Química, mas também ligações úteis, webinars e partilha de experiências. Disponibiliza atualmente 435 recursos pedagógicos e 89 sugestões de aplicações pedagógicas, mas está em constante atualização.


O Professor Alexandre Quintanilha, físico português de renome internacional, licenciou-se em Física Teórica em 1968 na Universidade de Witwatersrand, em Joanesburgo, tendo-se doutorado em Física do Estado Sólido em 1972, pela mesma universidade. Trabalhou durante vários anos na Universidade da Califórnia, Berkeley, nos Estados Unidos, onde dirigiu o Centro de Estudos Ambientais, tendo também assumido, entre 1983 e 1990, as funções de diretor assistente no Laboratório Nacional Lawrence, secção de Energia e Ambiente, e, entre 1987 e 1990, as de diretor do Centro de Estudo de Tecnologia da Biosfera. Em 1991, foi nomeado diretor do Centro de Citologia Experimental e professor no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), da Universidade do Porto. É professor catedrático do ICBAS, diretor do Centro de Citologia Experimental e coordenador do Instituto de Biologia Molecular e Celular, também no Porto.


Tem publicado vários artigos em revistas científicas de nível mundial e foi consultor redatorial da Enciclopédia de Física Aplicada. A 17 de março de 1993, foi feito Grande-Oficial da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada.


Cartaz_Desafios emergentes ao Conhecimento